Como otimizar recursos no setor Retalho com as vantagens da palete de plástico

Publicado el 03/07/2018

Realizar uma excelente gestão logística é uma das chaves do sucesso em qualquer tipo de empresa. Mas se nos centrarmos no Setor Retalho, um dos principais impulsores da economia nacional e internacional, esta importância torna-se vital.

O facto de mais de 750 000 negócios no nosso país pertencerem a esse setor torna esta indústria numa das mais exigentes, em termos de operações logísticas.

Por essa razão, cuidar dos detalhes e otimizar recursos dentro das empresas é uma necessidade. A importância de integrar elementos novos que ofereçam uma maior eficiência e segurança ao longo de toda a cadeia de fornecimento conseguirá marcar a diferença perante a concorrência. Mas, como consegui-lo? O certo é que a área logística avançou muito nos últimos anos e, nessa evolução, além da digitalização de processos, teve muito que ver com a substituição das paletes tradicionais de madeira pelas paletes de plástico.

Uma prova disso é que, no setor Retalho e, mais concretamente, na indústria têxtil, as paletes de plástico estão a ganhar cada vez mais protagonismo. Grandes marcas de roupa optaram por incorporar a palete de plástico nos seus circuitos logísticos graças ao seu enorme potencial e às inúmeras vantagens que oferece. Por ser um setor muito deslocalizado e onde a localização dos centros de produção e/ou logísticos costuma ser muito afastada dos pontos de venda, a palete de plástico torna-se numa solução perfeita na hora de gerir todo o seu circuito desde a sua origem até à venda final ao cliente, assim como todo o processo de logística inversa.

A Nortpalet, um dos maiores fabricantes de paletes de plástico no nosso país, conta-nos as principais vantagens da palete de plástico para estes circuitos após vários anos a trabalhar na implementação deste tipo de projetos com muitas das empresas de referência do setor têxtil em Espanha.

Que vantagens oferece a palete de plástico à indústria têxtil?

Hoje em dia, conseguir uma boa gestão logística permite, entre outras coisas, renovar coleções inteiras em tempos que antes eram impensáveis, favorecendo uma maior rotação do produto a custos inferiores. Por essa razão, mediante a utilização das paletes de plástico, as empresas podem obter os seguintes benefícios:

  •  Reduzir os custos de transporte com produto, assim como o seu retorno em vazio. De facto, com as paletes de plástico, pode-se aumentar o número de unidades transportadas por camião, superando, em alguns casos, as 1900 paletes em comparação com as 500 que se consegue com as paletes de madeira.

  • Melhorar o picking. Cada vez são mais os distribuidores que utilizam paletes de plástico para as suas atividades de picking, criando um circuito fechado entre os centros de distribuição e as lojas. Por existirem modelos encaixáveis e altamente funcionais, ajuda-se a reduzir o custo logístico por cada movimento.

  • São mais leves do que a palete tradicional, o que ajuda a reduzir o impacto ambiental. Uma das consequências diretas e aspetos mais positivos que se consegue através do uso das paletes de plástico nos processos logísticos do setor têxtil é a redução das emissões de CO2, favorecendo a proteção do meio ambiente. Além disso, este tipo de paletes são fabricadas a partir de materiais de plástico 100% Reciclados e 100% Recicláveis no final da sua vida útil.

  • Otimizar os custos de armazenamento e espaço. Também conseguem reduzir consideravelmente o espaço que ocupam em vazio, tanto no armazém como nos fundos da loja. Por isso, a solução da Nortpalet mais solicitada pelas empresas têxteis é a gama BASIC.

  •  Facilitar o seu manuseamento. Por serem paletes, muito mais leves do que as de madeira, garante-se um manuseamento da mercadoria mais eficiente, rápida e sem risco de lesões.

  • O seu design e material evitam a deterioração das superfícies na loja. Este tipo de paletes caracterizam-se por ser fabricado em plástico e de uma só peça, pelo que, ao contrário das de madeira, não soltam lascas nem pregos. Deste modo, evitam-se os danos no parqué e noutro tipo de superfícies quando a palete entra na loja para a mercadoria ser colocada.

  •  Melhorar o impacto visual. Através das paletes de plástico, consegue-se oferecer também um melhor impacto visual em relação à mercadoria que contém.

  •  Podem ser armazenadas no exterior. Pelo que se reduz o espaço em armazém.

  •  Maior vida útil da palete de plástico em comparação com a palete tradicional. Por ter uma maior durabilidade, a mesma palete realiza mais voltas no circuito, reduzindo-se notavelmente o custo por movimento.

  • Valor residual no final da sua vida útil, a palete de plástico, no final da sua vida útil, continua a ter um valor económico, pois é triturada e o plástico triturado é novamente usado para injetar novas unidades. Deste modo, o cliente recupera parte do investimento inicial.

Conclusão

Com a inclusão das paletes de plástico no setor retalho e mais concretamente no têxtil, conseguiu-se, não só melhorar a gestão logística, aumentando a rapidez, a eficácia, a segurança e o cuidado ao longo de toda a cadeia de fornecimento, como também contribuiu para proteger o meio ambiente e favorecer a sustentabilidade