Aplicações

Hortofrutícola

A solução mais eficaz para o transporte de alimentos sem bactérias, infeções nem parasitas.

A grande maioria do sector hortofrutícola utiliza ERT (Elementos Reutilizáveis de Transporte) para o transporte de fruta e produtos hortícolas desde os lugares de colheita até às fábricas de embalagem. O plástico é portanto um material amplamente utilizado no sector pelas suas excelentes propriedades para a distribuição de produtos frescos.

A produção de frutas e produtos hortícolas tem a sua origem no campo ou numa estufa, onde os vegetais crescem e são colhidos. Posteriormente, o produto é categorizado e embalado de acordo com o seu tamanho, cor e qualidade, para ser, posteriormente, armazenado para o seu transporte e distribuição até chegar ao consumidor final através de lojas e supermercados. Na maioria dos casos, é necessário um elemento de embalagem de plástico, quer seja uma caixa ou uma palete, para guardar e transportar as referidas frutas ou produtos hortícolas.

A qualidade de um produto alimentar, em especial de um produto hortofrutícola, não só é determinada pela sua origem, como também pelo processo de transporte, desde a sua colheita até à sua exposição no ponto de venda. Portanto, é necessário prestar a maior atenção à cadeia de fornecimento de forma a garantir a conservação dos alimentos em perfeitas condições.

A palete de plástico é o equipamento de transporte ideal em conjunção com as caixas de plástico devido às suas elevadas condições de higiene assim como à sua eficiência de custos para circuitos fechados de alta rotação. A fruta e os produtos hortícolas pertencem à cadeia de distribuição de frescos e portanto são produtos de alta rotação onde as paletes passam muito pouco tempo armazenadas. Este facto diferencial, faz com que a amortização das paletes de plástico ocorra em tempos muito reduzidos e permitam aos diferentes utilizadores gerar um custo logístico muito eficiente.

"É necessário prestar a maior atenção à cadeia de fornecimento de forma a garantir a conservação dos alimentos em perfeitas condições."
aplicacion_frutas_verduras.jpg

Fundamentalmente, são utilizados dois tipos de paletes na indústria hortofrutícola dependendo do uso logístico:

  • Os nossos clientes do sector hortofrutícola preferem as nossas paletes da gama BASIC para as suas exportações para os diferentes mercados já que os ajuda a reduzir os trâmites de exportação ao não exigir certificados NIMF-15 dado que o plástico é imune a infeções e parasitas. Assim, os nossos clientes podem centrar-se na sua atividade principal não se preocupando com as possíveis incidências derivadas do uso de paletes de madeira. Do mesmo modo, o nosso modelo BASIC 1210-O3 AIR foi concebido especificamente para envios aéreos tornando-se na opção mais conveniente para este tipo de envios onde a sua leveza ajuda a reduzir os custos de transporte.
  • Para as suas atividades logísticas internas, os nossos clientes utilizam a gama SMART e LOGIC onde graças ao seu elevado nível de higiene e o seu custo reduzido permite melhorar o conjunto de operações logísticas.